Pilates e Acessibilidade - Espaço Manawa - Pilates - Jardins, Metrô Brigadeiro, Paulista

Pilates e Acessibilidade

Vamos aproveitar o clima da Paralimpíada para falar sobre um tema pouquíssimo explorado por aí, o Pilates e acessibilidade. Para isso, chamamos uma pessoa que manja muito do assunto, a Camila Miranda, que é formada pela STOTT PILATES e aplica o Pilates em portadores de necessidades especiais desde 2012.

pilates e acessibilidade - iconesA Organização Mundial de Saúde define o termo deficiência como a ausência ou disfunção de uma estrutura psíquica, fisiológica ou anatômica.

Ao se tornarem instrutores de Pilates, Fisioterapeutas e Profissionais de Educação Física dedicam seus estudos ao repertório do Método e suas possíveis variações, buscando tornar acessível o serviço a todos com eficiência.

Mas seria o Método Pilates, acessível?

pilates e acessibilidade - tesoura“Acessibilidade consiste na possibilidade de acesso a um lugar ou conjunto de lugares. Significa não apenas permitir que pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida participem de atividades que incluem o uso de produtos, serviços e informação, mas a inclusão e extensão do uso destes por todas as parcelas presentes em uma determinada população, visando sua adaptação e locomoção, eliminando as barreiras, consiste também em ter acesso a todo e qualquer material produzido, em áudio ou vídeo, para tanto adaptando todos os meios que a tecnologia permite”.

Aos instrutores de Pilates, gostaria de propor aqui neste texto uma reflexão sobre acessibilidade e inclusão.

Aí vão três perguntas, coisa rápida, para iniciarmos nossa reflexão:

  • pilates e acessibilidade - grupoSeu espaço físico de trabalho é acessível (isso inclui vagas de estacionamento, rampas ou elevadores de acesso, portas em tamanhos suficientes para passagem de todos, sinalização para deficientes visuais, rampas nos degraus e etc.)?
  • O marketing de seu espaço de trabalho, divulga o serviço para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida?
  • O repertório das aulas/sessões do Método Pilates oferecidos em seu espaço de trabalho são também adaptados para atender pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida?

Já dizia nosso querido Joseph Pilates: “Não interessa o que você faz e, sim, como você faz”.

E a última pergunta que faço é a seguinte:

Como nós estamos abordando o Método Pilates?

 

Até a próxima,

Camila Miranda

CREF: 080391-G/SP


Interaja com a equipe Manawa!